Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

erros de projecto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 erros de projecto em Qui Abr 16, 2009 5:26 pm

Boas colegas.

Lanço aqui um novo tópico acerca de erros de projecto. Como é costume, quando aperece algum "gato" lá tem o topógrafo que está a marcar a obra que se arranjar e fazer as alterações necessárias.

Gostava que partilhassem sobre qual o pior erro de projecto (ou o mais complicado) que encontraram ao marcar uma obra e como lhe deram a volta. Aposto que todos devem ter tido os seus casos...ainda por cima com a qualidade de alguns projectos que por ai andam...

No meu caso já apanhei um pouco de tudo. Desde erros de 0.30m em cota no levantamento topográfico base, cotagens de plantas erradas, especialidades que não tem nada a ver com o projecto de arquitectura, colectores de pluviais e águas residuais que colidem nos pontos onde cruzam, etc....

No primeiro caso que citei, o erro de 0.30m em cota no levantamento topográfico base (para projecto rodoviário) deveu-se ao facto de o mesmo ser um levantamento fotogramétrico e o terreno natural ser coberto com vegetação densa e árvores.
Para solucionar o problema foi necessário executar o levantamento topográfico com estação total e posteriormente acertar as rasantes, verificar os perfis de condutas e contabilizar novos volumes de terras. Escusado será dizer que o processo de trabalhos a mais e a menos não foi nada pacifico...

Cumps...e partilhem as vossas experiências.

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/joaoctopo

2 morro de rir em Sab Maio 28, 2011 10:59 am

Quando li este tópico,ri um bom pedaço...

O maior erro que jáme passou pela frente,foium levantamentode prédio rustico,em que havia umabase de medição de área que serviria de base.
Deveria-mos basear-nos naquilo e seguir com a banda.
Fomos nos ligar á rede e apareceram 6Km de diferença posicional.
Após analise,havia um dois marcos geodésicos com o mesmo nome,a 6km um do outro...
Presumo que os camaradas anteriores tenham usado o marco sem garantir o fecho noutro geodésico.
Mas nós somos humanos!!!
E os meus maiores erros, foram de 35mm,17mm e 25mm..
E passo a explicar:
35mm na minha primeira obra,num chumbadouro,que deu direito a larga introspecção alcoólica...
17mm em posicionamento de 5 chumbadores por conta da constante troca de prismas,Leicca mini,para circular com picolete.
25mm na posição de uma bomba.
É que tal como as escalas,a escala maior 1/10, e menor 1/100.
O erro é muito mais grave quando precisão entra na casa do milimetro.
Um colega meu,ardeu na fogueira da inquisição por 7mm.
Por isso quando o companheiro JC fala em erros só me vem á cabeça mm!!

Ver perfil do usuário

3 Re: erros de projecto em Dom Maio 29, 2011 11:13 am

JC escreveu:Boas colegas.

Lanço aqui um novo tópico acerca de erros de projecto. Como é costume, quando aperece algum "gato" lá tem o topógrafo que está a marcar a obra que se arranjar e fazer as alterações necessárias.

Gostava que partilhassem sobre qual o pior erro de projecto (ou o mais complicado) que encontraram ao marcar uma obra e como lhe deram a volta. Aposto que todos devem ter tido os seus casos...ainda por cima com a qualidade de alguns projectos que por ai andam...

No meu caso já apanhei um pouco de tudo. Desde erros de 0.30m em cota no levantamento topográfico base, cotagens de plantas erradas, especialidades que não tem nada a ver com o projecto de arquitectura, colectores de pluviais e águas residuais que colidem nos pontos onde cruzam, etc....

No primeiro caso que citei, o erro de 0.30m em cota no levantamento topográfico base (para projecto rodoviário) deveu-se ao facto de o mesmo ser um levantamento fotogramétrico e o terreno natural ser coberto com vegetação densa e árvores.
Para solucionar o problema foi necessário executar o levantamento topográfico com estação total e posteriormente acertar as rasantes, verificar os perfis de condutas e contabilizar novos volumes de terras. Escusado será dizer que o processo de trabalhos a mais e a menos não foi nada pacifico...

Cumps...e partilhem as vossas experiências.



isso tudo que acabas-te de referir é pena mas é bem verdade, porque as empresas promotoras dos projectos nao querem saber, os projectistas apanharam essa manha e agora é so descarregar informação para o papel que por vezes não vale nada, a ultima e recente que apanhei foi um loteamento em que as 4 ruas secundarias que ligavam a rua principal a altimetria variava na ligação com esta a volta de 0.70m a -0.40, exactamento o que estao a ver, os esgotos por sua vez tambem etc..., quando comuniquei esse facto ao diretor de obra no dia a seguir respondeu-me assim "olha pá, desenrasca-te que eu sei que consegues", mas o filha da ...... do projectista ja tem o dinheiro na conta e eu é que fico a arder com mais trabalho, trabalho para uma empresa de c. civil.

cump

jt

Ver perfil do usuário

4 Re: erros de projecto em Dom Maio 29, 2011 2:18 pm

Quanto a erros de projecto já apanhei de tudo um pouco.
Aliás, uma das razões para a existência dos topógrafos é mesmo essa:
-Tornar possiveis de executar projectos cheios de asneiradas!
Só lamento que não consigamos receber por tal trabalho uma fracção que seja do que alguns projectistas recebem por projectos que são uma autentica vergonha.

Agora a titulo de exemplo:
Entrei numa obra destas ultimas das escolas para a implantar. O projecto tinha sido executado sobre um levantamento composto por dois trabalhos muito diferentes e colados uma ao outro tipo obra do Frankenstein.
Tinha parte das cotas com valores entre os 70 e os 80.00 e outras que andavam na casa dos 500.00.
Para ajudar á festa o que andava na casa dos 80, tinha a planimetria nitidamente copiada pela cartografia municipal e o outro sabe Deus de onde.
Nas especialidades a Arquitectura agarrou a umas cotas e os arranjos exteriores a outras.
A solução foi fazer um levantamento exaustivo á Escola ainda com ela a funcionar (raio dos putos irrequietos...) e ajustar todo o projecto.
Mesmo depois de se fornecer aquela base ao projectista, este insistia em mandar as correcções e aditamentos sobre a base antiga...
No No No
Bem só vos posso dizer que a escola está pronta e no que respeita ao meu trabalho pelo menos na Freguesia certa devo ter conseguido implantar.

Ver perfil do usuário

5 Re: erros de projecto em Seg Maio 30, 2011 1:55 am

[quote="Luís Pinto"]Agora a titulo de exemplo:
Entrei numa obra destas ultimas das escolas para a implantar. (...)
A solução foi fazer um levantamento exaustivo á Escola ainda com ela a funcionar (raio dos putos irrequietos...) [quote]

Bom, colega!
Aprendi na Quinta da Musgueira,em Lisboa,onde se faz hoje as grandes Avenidas ao lado do aeroporto,onde levantei a escola primária,que era o bastião da terraplanagem,que nos intervalos dos putos,pode-se até deixar o tripé... Evil or Very Mad
...mas nunca o aparelho!!! What a Face

Ver perfil do usuário

6 Re: erros de projecto em Seg Maio 30, 2011 11:28 am

Das opiniões aqui postadas regista-se o facto de os maiores erros serem mesmo erros topográficos de base. Ou porque o levantamento topográfico que serviu de base ao projecto não presta ou porque nem levantamento tem, usando cartografia municipal ou pior (como já apanhei), uma reles digitalização da imagem do GoogleEarth.

Quando nós temos que corrigir trabalhos de outro "colega" (sim, porque nem sempre os levantamentos são feitos por profissionais qualificados), não abona nada a favor da nossa classe. Mas que essa situação tem acontecido com muita frequência lá isso tem...

Numa escola, em que fiz a fiscalização, a cotagem entre eixos de pilares não coincidia em 5mm com a distância medida no CAD. Com a acomulação deste erro o ultimo alinhamento tinha 20cm de desvio. Após verificação, constatou-se que o projectista em vez que editar a cotagem com o n.º de casas décimais preferiu editar o texto e arredondar ao centímetro. Resultado: mais betão armado, mais alvenaria, mais tubagens, mais pavimento, etc, numa escola com 3 pisos.

Cumps.

Ver perfil do usuário https://sites.google.com/site/joaoctopo

7 ... em Seg Maio 30, 2011 6:35 pm

Essa dos tecnicos qualificados... No (vou procurar o tópico certo para {postar=mandar postas})

Caros colegas,todos somos humanos,como tal ERRAMOS!

Eu erro,
Tu erras,
Ele erra,
Nós erramos,
Vós errais,
Eles erram.

A redução de casas decimais no Cad,é uma constante,pelo que deve-mos sempre comparar o sumatório das distancias parciais com uma distancia total.O Edificios Vivem neste erro!!!Normalmente manda a maior distancia,mas,ELES QUE DECIDAM!!!!
A confirmação é a morte do erro!
E SIM!!!!...devia-mos receber honorários de supervisor de projecto,ou consultor,toda a vez que recalculamos um projecto,ou projectamos!!

Ver perfil do usuário

8 Arquitontos!!! em Seg Jun 13, 2011 4:43 pm

E eis que no Fakebook,uma amiga Arquitonta,posta a sua passagem ao exame da Ordem dos Arquitontos...
E eu lhe respondo,que cá estaremos para mandar os projectos para trás...
Peço-lhe para nunca omitir os mm nas plantas...
E ela responde que é de regra Omitir os mm de acordo com a escala... Twisted Evil
Ou seja, Muito cuidado com os edificios,os Arquitontos cyclops mudam as definições de desenho para nunca trazerem mm dependendo da escala de impressão,e nós,e os encarregados,e até os engenhocas em obra,que adivinhem as verdadeiras medidas... Suspect

Resumindo,Arquitontos jocolor ,Engenhocas farao e Afins rendeer ,sempre muito cuidado com essas espécies pale ...

Toda a confirmação é pouca,nada se implanta sem várias verificações,as medidas parciais têm que confirmar uma medida total!!!

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum